The Blog

O que é a Alquimia?

- 0 Comment. in Blog

Sem nada a ver com o romance de Paulo Coelho, a alquimia é uma disciplina antiga cujo apogeu aconteceu durante a Idade Média. Um alquimista não era um charlatão, era um estudioso de muitas coisas, já que a alquimia antes que ser uma prática, foi um sistema de valores e conhecimentos que buscava sempre uma mudança por meio da ação e do conhecimento do homem. Assim como a filosofia foi a precursora das ciências sociaIs, a alquimia foi a precursora das ciências naturais. Praticamente muitos dos princípios e noções gerais de Antropologia, Química, Metalurgia, Física, Medicina e Matemática, foram desenvolvidos por alquimistas há poucos seculos, como a Tabela periódica dos elementos químicos ou a pólvora.

Muitos homens famosos e brilhantes foram alquimistas ou praticaram a Alquimia de algum modo, podemos citar Roger Bacon, Santo Tomás de Aquino, Santo Alberto Magno (descobriu o arsênico), Aristóteles e Isaac Newton, que realizou muitas pesquisas sobre o arte da alquimia.

Alquimia-alquimista-isaac-newton
David Teniers O Jovem – O Alquimista

Do mesmo modo que Aristóteles sistematizou muitas das suas observações e crioU um sistema filosófico, Isaac Newton sistematizou muitas das premissas da alquimia e assentou as bases de muitas ciências. Por meio das práticas e pesquisas de Alquimia, descobriu muitos princípios que o tornaram um grande cientista.

Isaac-Newton-Alquimia-Alquimista
Isaac Newton

Isaac Newton, o mesmo homem cujo sobrenome é signo de ciência no Ocidente, foi um apaixonado estudioso da alquimia, a ponto de fazer um esboço de uma fórmula para atingir a vida eterna, e segundo se conta, seus estudos sobre a alquimia o ajudaram a descobrir e formalizar a lei da gravidade. Não foi uma maçã! O mesmo se conta sobre seu legado na matemática e na geometria.

 

Não só foi um alquimista, Isaac Newton, além de cientista, foi um homem muito religioso, um dos tantos homens brilhante e temerosos de Deus que há na historia da humanidade.

Newton assentou as bases da ciência atual, graças a seus estudos da Alquimia e das Sagradas Escrituras, o que deixa de lado a crença de que a sociedade teve que se tornar agnóstica e materialista para poder inventar o mais mínimo que fosse. Seus aportes à ciência são incalculáveis.

A Editora Danúbio tem em seu catálogo de livros uma tradução brasileira do livro Isaac Newton e a Transmutação da Alquimia, de Philip Ashley Fanning.

Leave a Comment

Seu e-mail não será publicado.

Assine nossa newsletter!