The Blog

Émile-Boutroux

Quem foi Émile Boutroux?

- 0 Comment. in Blog

Étienne Émile Marie Boutroux (Montrouge, França, 28 de julho de 1845 – Paris, França, 22 de novembro de 1921), mais conhecido como Émile Boutroux, foi um grande filósofo e historiador francês, cuja especialidade era a relação indissolúvel entre ciência e filosofia, destacando-se nesta área muito antes de outros autores mais contemporâneos como Mario Bunge. Foi membro da Academia Francesa de Idioma, comandante da Legião de Honra e candidato ao Prêmio Nobel.

Émile Boutroux começou sua formação filosófica em 1865, quando entrou na Ecole Normale Superieure; na sequência, cursou a Universidade de Heidelberg. Antes de completar 30 anos foi professor em Caen. e, depois, professor na Faculdade de Letras da Universidade de Nancy, entre 1874 e 1876, e professor na Ecole Normale Superieure, a partir de 1877. Em 1885, ganharia um lugar na Universidade de Paris (Sorbonne). Em 1912 ocupou a cadeira número 32 da Academia Francesa por suas contribuições em filosofia e historia.

Émile-Boutroux-biografia-filosofia
Émile Boutroux

A obra de Emile Boutroux, como um todo, é extremamente valiosa, especialmente no campo da educação, ajudando a treinar toda uma geração francesa da Terceira República. Emile Boutroux ajudou a resgatar e renovar muitos valores e princípios que se acreditavam perdidos no passado, afundados nas profundezas da tradição intelectual ocidental. No entanto, esse resgate valeu-lhe ser apontado como muito unilateral, apartado metodologicamente, e ocupado demais com hipóteses e idéias baseadas nas próprias convicções.  Como se vê, sofreu algo muito comum a quem opta por pensar por si mesmo, e não ser guiado pelo que o clima intelectual do momento, quase sempre errado.

emile-Boutroux-filosofia
Émile Boutroux

De todas as suas principais obras podemos citar: De la contingence des lois de la nature (1874); La Grèce vaincue et les premiers stoïciens (1875); Socrate, fondateur de la science morale (1883); Questions de morale et d’éducation (1895); De l’idée de loi naturelle dans la science et la philosophie (1895); Études d’histoire de la philosophie (1897); Du devoir militaire à travers les âges (1899); Pascal (1900); Essais d’histoire de la philosophie (1901); La Philosophie de Fichte. Psychologie du mysticisme (1902); Science et religion dans la philosophie contemporaine (1908); William James (1911); La Nature et l’Esprit, publicação póstuma (1925); Études d’histoire de la philosophie allemande, publicação póstuma (1926); La Philosophie de Kant, publicação póstuma (1926); Nouvelles études d’histoire de la philosophie, publicação póstuma (1927).

 

 

A Editora Danúbio tem em seu catálogo de livros uma tradução brasileira do livro  Sócrates, Fundador da Ciência Moral.

 

Leave a Comment

Seu e-mail não será publicado.

Assine nossa newsletter!